Avião desaparece em alto mar

Por Whalles Zarur

A380_air_france

Era aproximadamente 23 horas, domingo, dia 31 de maio e o último contato do vôo AF 447 com o Cindacta 3, em Recife Pernambuco foi feito. Minutos depois o avião passa por uma turbulência e envia mensagem de pane elétrica. A aeronave da AIRBUS A 330, que fazia o trajeto Rio de Janeiro – Paris pela companhia aérea Air France, desapareceu então dos radares.

Até o momento só especulações e dedução sobre o que teria causado este acidente que já é considerado o pior dos últimos 75 anos da companhia aérea.  Neste vôo havia 228 passageiros com 12 tripulantes a bordo, a maioria franceses. Até o momento a FAB – Força Aérea Brasileira -, tem destacado diversos aviões e sua frota naval para o local em busca de destroços, para então achar explicações e solucionar o que ocorreu na queda. Autoridades acreditam que o acesso a Caixa Preta do avião será complicado, devido local provável de onde esteja a parte principal do avião possuir uma profundidade de 2 mil a 4 mil metros de profundidade.

Rota do avião desde o momento de sua saída até o isntante do desaparecimento ( Arte, DF EM PAUTA)

Rota do avião desde o momento de sua saída até o isntante do desaparecimento ( Arte: DF EM PAUTA)

A região ainda é bem montanhosa tornando a operação bem delicada.

A busca por sobreviventes está praticamente descartada e o foco passa a ser a busca pelos corpos e destroços da aeronave.

Abaixo o primeiro vídeo divulgado pela FAB e fotos de manchas de óleo no local.

Este acidente mexeu com a opinião de muitas pessoas que estão com viagens marcadas para Europa, estando elas temerosas sobre o assunto. Aí entra uma questão preponderante. Até que ponto vai a segurança de um vôo e como evitar tragédias como a registrada no inicio da semana?

O blog DF em Pauta procurou trazer estes esclarecimentos para saber o que poderia ter ocasionado a queda do avião que tinha como destino Paris na França.

Tragédias e espera tem feito parte do espaço aéreo brasileiro nos últimos 3 anos. Um acidente em 2006 envolvendo um avião 737 da Gol e pouco mais de 1 ano outro acidente, desta vez com uma aeronave da TAM, um AIRBUS A320, fizeram com que o espaço aéreo no Brasil pudesse ser questionado. (Ao fim da matéria informações sobre os maiores acidentes aéreos do país)

Longas filas e espera por mais de 4 horas foi rotina enfrentada por passageiros durante meses. O problema parece ter sido resolvido e os atrasos diminuíram significamente.

SEGURANÇA

Especialista em aviação, Carlos Camacho

Especialista em aviação, Carlos Camacho

Para o especialista na área, diretor em aviação civil do sindicato dos Aeronautas, Carlos Camacho, o Brasil tem céus seguros para sobrevoar, principalmente após a nota recebida pela Organização de aviação e prevenção de acidentes aeronáuticos, que classificou o país com notas altas, estando entre os mais seguros do mundo.

“Levo em consideração o depoimento da Organização de aviação civil Internacional, que é uma organização séria. Recebemos uma nota alta, 94 e isso demonstra a segurança”, afirma Carlos que concedeu entrevista a nossa equipe.

Quando indagado sobre a possibilidade do avião ter caído após ser atingido por um raio, Camacho foi categórico ao afirmar que um raio apenas não ocasiona este problema. “Pode até ser que o raio possa ter atingido o avião e causado a turbulência. Só que ele unicamente não traria a queda de um avião como A330 que é preparado para receber a maior descarga em 10 vezes, pode ter sido uma série de desdobramentos para levar a queda da aeronave”, ressaltou o diretor.

Você pode ouvir a entrevista na íntegra do jornalista Whalles Zarur com Carlos Camacho clicando abaixo.Clique e ouça

MEDO

Diogo Cesar, estudande

Diogo Cesar, estudande

Acidentes graves como do AirBus faz com que pessoas com viagens marcadas para Europa até mesmo para outras partes do mundo, fiquem com medo. Vale ressaltar que voar é o meio mais seguro de transporte, perde apenas para elevadores. Nos Estados Unidos morrem mais pessoas picadas por abelhas que por acidente aéreo.

O DF em Pauta foi atrás de quem tem viagens planejadas. Constatou que o receio existe, todavia as pessoas não podem deixar seus compromissos até mesmo uma viagem de lado por causa de uma catástrofe como esta.

Diogo César de Oliveira, 20 anos, é estudante de engenharia química na Universidade Federal de Uberlândia, está com viagem marcada para França por ter recebido uma bolsa de estudos no país.

Diogo afirma que é impossível casos como o registrado de domingo passar despercebido pelo mundo, especialmente para aqueles que irão fazer o mesmo trajeto, passar pelo mesmo local e o mesmo destino. Entretanto, segundo ele, voar é muito seguro e que esta fatalidade não irá atrapalhá-lo em sua viagem. “Já é de domínio público que o avião é um dos meios de transporte mais seguros e o risco de envolvimento de um avião num acidente, onde podem ocorrer diversas fatalidades, é de um em três milhões, ou seja, um altíssimo fator de segurança, sendo assim creio que esta tragédia não irá atrapalhar em nada em minha viagem, e reiterando não deixaria de ir por causa desta queda”, afirma o jovem com viagem marcada.

O futuro engenheiro fez questão de deixar uma mensagem para quem tem algum destino internacional nos próximos dias. Para ele, as pessoas devem continuar com seus planos. “A mensagem que eu deixo para as pessoas que estão com as viagens marcadas é que continuem com seus planejamentos e com os seus afazeres”, deixa seu recadoDiogo .

DESASTRES AÉREOS

Destroços do avião da Gol na serra do Cachimbo

Destroços do avião da Gol na serra do Cachimbo

Nos últimos anos dois graves acidentes aéreos aconteceram no Brasil.  Em 29 de Setembro de 2006 uma aeronave da Gol Linhas aéreas, um Boeing 737-800, sumiu às 16h15 dos radares. O avião estava com 154 pessoas a bordo e neste instante passava pela serra co Cachimbo na floresta Amazônica, ao norte do estado do Mato-Grosso. Este foi o segundo maior acidente aéreo do Brasil perdendo para o da TAM, na qual você confere outros detalhes abaixo. A queda foi decorrente de um choque envolvendo uma aeronave Legacy 600, da Embraer, que pousou minutos depois na serra do Cachimbo, um pouso forçado pois a aeronave perdeu uma ponta da asa esquerda. Não houve feridos neste avião.

TAM

Avião da TAM explode após se chocar com um galpão da própria companhia

Avião da TAM explode após se chocar com um galpão da própria companhia

O avião da TAM que fazia o vôo 3054 de Porto Alegre para São Paulo derrapa na pista do aeroporto de Congonhas e bate em um prédio após atravessar a avenida Washington Luís. A aeronave da TAM, um Airbus A320, tem capacidade para 170 passageiros e partiu de Porto Alegre, às 17h16, com destino a Congonhas. Com o novo número de mortos, a tragédia ocorrida em São Paulo torna-se o maior desastre aéreo já ocorrido na América Latina, ultrapassando o número de vítimas de um acidente ocorrido no Suriname, em 1989.

Abaixo um vídeo do exato momento em que o avião não consegue parar ao pousar no aeroporto de Congonhas, São Paulo.

Abaixo um vídeo do exato momento em que o avião não consegue parar ao pousar no aeroporto de Congonhas, São Paulo.

TAM 1996

Trem de pouso foi parar dentro da casa de um morador

Trem de pouso foi parar dentro da casa de um morador

Outubro de 1996, dia 31. Um Fokker-100 DA TAM, que ia de São Paulo para o Rio de Janeiro caiu minutos depois de ter decolado do aeroporto de Congonhas, espalhando destroços sobre dois prédios e sete casas, matando 99 pessoas. A causa do acidente foi uma rara combinação de falha material funcional e humana, que só aconteceu por causa de um defeito no reverso

Investigações da TAM e da Fokker, concluiíram que o funcionamento indevido de um relé pode ter sido a causa da queda.

Mais um acidente nas imediações do aeroporto de Congonhas, que fica tão próximo de tantas casas e apartamentos.

Confira abaixo o vídeo de uma reportagem da queda do avião Fokker 100 da TAM.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: