Gripe Suína chega às escolas públicas do DF

Por Whalles Zarur

Crianças aprendem a como se proteger da gripe em escola de Brasília

Crianças aprendem a como se proteger da gripe em escola de Brasília

Após adiar o retorno às salas de aula em uma semana e distribuir 530 mil folhetos informativos para comunidade escolar sobre a nova gripe, duas escolas públicas do Distrito Federal registraram casos de Influenza A (H1N1), ou Gripe Suína, como conhecida anteriormente. A Secretaria de Educação informou que suspendeu as aulas em uma turma da Escola Classe 01, do Riacho Fundo II. Três alunos desta escola apresentaram sintomas da Gripe Suína. Só a partir daí, as aulas devem ser suspensas segundo a secretaria.

Também numa escola pública, desta vez no Centro de Ensino Médio Taguatinga Norte ( CEMTN ), um aluno foi levado ao hospital após apresentar febre, tosse e dor de cabeça. Nesta escola um caso já foi confirmado e há outros dois em análise.

Segundo a Secretária de Vigilância à Saúde, Disney Antezana, todas as medias necessárias estão sendo tomadas para adequar ao novo protocolo, ou seja, a secretaria está procurando atender os casos em todos os hospitais, não mais só no HRAN – Hospital Regional da Asa Norte, como anteriormente.

Para Disney, os professores foram capacitados para isso, tanto os da rede pública quando da rede particular. “Diretores, orientadores, foram capacitados para a GRIPE A e internamente repassaram dentro das escolas as orientações.” Ressaltou a Sub-Secretária que falou ainda sobre os Kits de assepsia, que foram adquiridos pela Secretaria e repassados às escolas.

Clique aqui e confira na íntegra o áudio da entrevista com a Dr Disney Antezana

Secretário de Educação, José Luiz Valente em entrevista ao Whalles Zarur

Secretário de Educação, José Luiz Valente em entrevista ao Whalles Zarur

“Adiamos as aulas e paramos por precaução, foi altamente necessária esta pausa para que os pais pudessem chegar com seus filhos nas escolas e encontrassem um ambiente mais preparado para esta nova gripe”, disse o Secretário de Educação, José Luiz Valente, que concedeu entrevista a nossa equipe.

Valente afirmou que toda orientação foi repassada aos profissionais de educação, e que os pais, mesmo com estes registros da gripe nas escolas, não devem ficar temerosos para levarem seus filhos as escolas. “Estamos aqui dizendo que os pais possam mandar seus filhos com tranqüilidade para as escolas, nós estamos trazendo e trabalhando com todos os meios necessários para que o aluno e professor possam ter uma  segurança maior para trabalhar e estudar”.

Clique aqui e ouça o aúdio da entrevista do Secretário de Educação

As escolas, a partir de agora, tem sua própria autonomia, seus recursos próprios para trabalharem com a Gripe A.

Enquanto as escolas públicas adiaram em uma semana a volta às aulas, as escolas particulares da capital do país cumpriram o cronograma e voltaram na data marcada. Para Amábile Pacius, Presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares do DF, não havia motivo para atrasar o retorno as salas. Segundo ela as escolas foram preparadas com antecedência para a nova Gripe. “Não temos as mesmas razões para adiar, nós estamos há 80 dias com campanhas nas escolas, com cartazes, já formamos professores e estamos equipados com termômetro, álcool, enfim, não precisamos parar”, indagou Amábile.

Clique aqui e ouça a entrevista com Amébile Pacius

Todavia, há um apelo por parte das autoridades, ressaltada em entrevistas para nossa equipe tanto pelo Secretário de Educação, quanto pela Sub-Secretária Disney Antezana até mesmo pela Amábile: Pais ficarem atentos com os sintomas da gripe em seus filhos. Caso tenham, não os levarem as escolas, ficarem em casa até que se constante que é uma gripe comum, aí sim, podem retornar normalmente. Por isso, vale ficar atento!

A Universidade de Brasília – UNB-, também adiou o retorno das aulas, que veria ter acontecido em 10 de agosto, para o dia 17. O motivo é o mesmo da Secretaria de Educação: Gripe A e o preparo dos profissionais da instituição.

O Distrito Federal tem até o momento uma morte por Gripe Suína e 49 registros da doença. O Estado do Rio Grande do Sul é o maior número de mortes totalizando 49 mortes. No país, o registro de óbitos chaga a 192.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: